UniFAJ é campeã do primeiro campeonato de futsal feminino de Jaguariúna

UniFAJ é campeã do primeiro campeonato de futsal feminino de Jaguariúna

Sem perder nenhum dos jogos que disputou durante o primeiro Campeonato Municipal de Futsal Feminino de Jaguariúna, o time da UniFAJ (Centro Universitário de Jaguariúna) levantou a taça de grande campeã  do torneio no último domingo, 8 de março, data simbólica e de grande importância quando comemora-se o Dia Internacional da Mulher. A final aconteceu no ginásio do Azulão e a UniFAJ venceu o Audaz por 3 a 2, com gols da capitã Rowenna, Amanda e Angélica.

Inédito na cidade, o campeonato foi organizado pela prefeitura, por meio da Secretaria de Juventude, Esporte e Lazer (SEJEL). Ao todo, a disputa teve oito times inscritos, um número considerado bastante expressivo, principalmente por ser o primeiro da categoria, e deverá entrar para o calendário oficial de torneios anuais do município.

A equipe da campeã é formada por estudantes de diversos cursos oferecidos pela UniFAJ, entre eles Educação Física, Medicina Veterinária, Direito, Farmácia e Psicologia. Dedicadas, as alunas treinaram desde o início do ano sob supervisão de professores e estudantes de Educação Física e Fisioterapia, que fazem parte do Grupo de Estudos em Futebol e Futsal (GEEFF) da Instituição.

“Temos uma equipe muito bem preparada que se empenha em pesquisar, discutir e estudar composições técnicas e táticas, preparação física, treinamentos específicos e prevenções de possíveis lesões ao longo da competição”, explica Adinã Fernandes Leme, professor da UniFAJ e integrante da comissão técnica.

Para os técnicos do time da UniFAJ, José Donizeti Crippa e Guilherme Moraes, que se formaram em Educação Física pela UniFAJ em 2019, o título de campeã chega como resultado já esperado, após muita dedicação de todas as atletas. “Treinar essas meninas foi uma grata surpresa. Procuramos fazer os treinos sempre de acordo com o próximo jogo, para corrigir erros e armar alguma armadilha para a equipe adversária”, diz Crippa. “A união e o respeito mútuo entre elas fez com que o time alcançasse o título do campeonato”, afirma o treinador.

Todas as ações para a preparação do time são objeto de estudo e análise do Grupo de Estudos em Futebol e Futsal do curso de Educação Física da UniFAJ, liderado pelos professores João Guilherme Chiminazzo e Adinã Fernandes Leme, coordenados pelo professor Taiguara Bertelli Costa, assim como as ações de prevenção em saúde das atletas, que ficam a cargo da Liga de Saúde do Atleta do curso de Fisioterapia, liderado pelo professor Mauro Augusto Schreiter Melloni e coordenado pela professora Erica Baciuk. “Desta forma, participar de uma competição esportiva se torna um grande momento de ensino na prática, diretriz número um da UniFAJ”, ressalta Taiguara.

A goleira Ana Carolina Augusto, eleita um dos destaques da partida, diz que ter persistência e disciplina é a chave para o sucesso em quadra. “Eu jogava em times onde só eu era mulher e tive que ouvir coisas bem desagradáveis, mas nunca pensei em desistir, não era uma opção. Hoje, jogando num time só de mulheres é mais fácil, mas é preciso muita dedicação aos treinos e aos jogos”, afirma a estudante que, mesmo cursando Direito, tem intenção de seguir carreira no esporte.

Para ela, o apoio incondicional da família, da torcida e das companheiras de time também foi essencial. “Foi um jogo importante, tive uma falha durante a partida que me custou o título de goleira menos vazada, no entanto, conseguimos superar e continuar jogando com garra para vencer a equipe adversária”, acrescenta Ana Carolina.

Rowena Viana, jogadora eleita a melhor da partida, revela que o time sempre acreditou na vitória. “Foi um jogo difícil. Audaz é um grande time, mas a nossa equipe jogou unida o tempo todo e isso foi o mais importante para a gente ser campeã”, enfatiza a atleta que também é capitão do time.

O primeiro Campeonato de Futsal Feminino de Jaguariúna contou com a participação dos times Audaz, Adaga, Damas da Bola, Meninas da Quadra, Fênix da Colina, Ponte Preta, Lyion e UniFAJ. Ao todo, mais de 130 pessoas – entre atletas e equipe técnica – participaram do torneio.

Fotos: Ivair Oliveira