Semana do Empreendedorismo: evento ofereceu diversas palestras, ações com empresas reais e projeto social

Semana do Empreendedorismo: evento ofereceu diversas palestras, ações com empresas reais e projeto social

Em uma semana repleta de atividades, os alunos dos cursos participantes da Empresa Junior junta à Escola de Negócios realizaram a Semana do Empreendedorismo, que iniciou no dia 29 de maio a 03 de junho. O objetivo de todo o evento foi mostrar aos alunos como funcionam as atividades e técnicas administrativas em diversos aspectos da vida profissional.

O primeiro Fórum de Gestão de Pessoas integrou a programação da Semana do Empreendedorismo da UNIFAJ e palestrando no evento sobre as Leis Trabalhistas e Terceirização, o advogado Reinaldo de Francisco Fernandes, compareceu ao anfiteatro do campus I, no dia 1 de junho. Os cursos que integram a Escola de Negócios, Administração, Ciências Contábeis, Gestão Comercial, Gestão de Recursos Humanos e Logística, assistiram, juntamente com os estudantes de Direito, a atividade apresentada, tomando ciência da existência de projeto de lei para mudar as normas trabalhistas.

De acordo com o Dr. Reinaldo, o país está em um momento de rediscussão das leis trabalhistas e há necessidade da legislação fomentar empregos de qualidade para a população, pois segundo o palestrante, o brasileiro vê essa questão como desagradável. “O trabalho é visto como punição desde a bíblia quando Adão foi expulso do paraíso e forçado a trabalhar, e os filósofos também viam desta forma, quando diziam que “para os nobres, o pensar, e os demais, o trabalho””, contou e revelou que a reforma trabalhista que está por vir, nunca foi vista anteriormente na história jurídica do Brasil.

Simultaneamente, no hall de entrada do campus, o primeiro semestre de Logística promoveu uma Feira de Maquetes que apresentavam um processo logístico de uma produção ou serviço. Todos os trabalhos foram executados durante a aula da disciplina “Administração de Produção” sob a coordenação do docente Francisco Roberto Pereira. “O grande desafio foi trabalhar em equipe, eles tiveram que distribuir as atividades e administrar o tempo. São excelentes trabalhos e cada maquete tem um conceito. Os alunos colocaram informações importantes, como a segurança, que é um ponto que o gestor de produção deve estar atento”, falou o professor.

O grupo do Luis Rodolfo Zóia Torres recriou o centro de expedição das plantas da Cooperativa Veiling de Holambra. Foi um mês e meio de elaboração, mas o resultado foi gratificante segundo o aluno. “O sentimento que eu tenho hoje vendo ela pronta, é de alegria, e vou levar essa parceria de trabalhar em equipe para a vida profissional”, revelou Luis.

Encerrando o quarto dia de eventos, os gerentes de projetos da IBM, Leandro Fuzetti e Adriano Sisti, aluno egresso de Administração formado na primeira turma do curso em 2004, promoveram um bate papo descontraído com os alunos sobre Agili Mindset. Os profissionais revelaram quais são os principais problemas encontrados no ambiente de trabalho, como as metas que não são atendidas devido a pressão imposta para entrega e diante desse fato, Leandro e Adriano perguntaram aos estudantes como eles podem mudar esse cenário. Todos foram aconselhados a mudar a mentalidade e deixar de fazer as coisas como sempre fazem.

O conceito Design Thinking, conhecido como o “porquê das coisas”, também foi abordado pelos gerentes que afirmaram que para ser funcional é necessário ter empatia utilizando a parte analítica e criativa do cérebro, sendo o primeiro passo entender o problema e saber a origem do problema. Durante toda a ação, os profissionais incentivam os alunos a participarem respondendo questionamentos.

FOMENTADORA E FEIRA DE NEGÓCIOS

Diversas empresas da região se reuniram no evento da Fomentadora de Negócios, que aconteceu no dia 2 de junho, e por meio de um grande network, foi desenvolvido uma dinâmica em grupo, que buscou debater e moldar novas formas de negócios. O evento foi organizado pela Empresa Junior e pelos estudantes e professores da Escola de Negócios.

A dinâmica trabalhou com o brainstorming de cada empresário, sendo as ideias repassadas para todos na mesa logo em seguida, construindo assim uma cadeia de melhorias para as empresas participantes.

Diversas empresas participaram, entre elas, a empresa JRS, a escola de inglês CNA, a Gráfica Jaguary, a Associação Comercial de Jaguariúna, entre outras.

Segundo Anderson Braz, presidente da Empresa Junior, a Fomentadora focou nessa 3º edição, em trazer inovação e novos negócios para os empresários.

Aconteceu no mesmo dia a Feira de Negócios dos alunos de Administração, que contou também com a participação do curso de Gestão em Recursos Humanos, além dos alunos do AJJA – Associação Jovem Aprendiz e da Escola E.E. Prof. Celso Henrique Tozzi.

Ao todo foram dez projetos apresentados pelos alunos de Administração, sete pelos alunos de Gestão em Recursos Humanos, e dois pela escola Tozzi e AJJA.

Os trabalhos se basearam no plano de negócio de uma empresa real, já elaborado anteriormente pelos alunos, sendo o final do projeto uma inovação para o produto usando a metodologia Canvas e exibidos na Feira de Negócios.

Para avaliar os produtos apresentados, os visitantes “investem” utilizando dinheiro fictício, o FAJ Reais, e assim os alunos têm a possibilidade de vender seu negócio ou produto por meio de explicações técnicas como retorno de investimento, retorno do capital, a perspectiva de ganho, etc, o que ajuda o aluno a vivenciar essa prática empresarial.

FESTA DO BEM

Fechando a Semana de Empreendedorismo, os alunos do 1º semestre dos cursos de Administração e Gestão Comercial, promoveram o evento Festa do Bem, auxiliando na prática de diversas teorias como processos gerenciais e comunicação empresarial, além de arrecadar donativos para instituições sem fins lucrativos da região.

A festa também ajudou os alunos a criarem objetivos administrativos durante sua elaboração, como coordenar a venda de ingressos, divulgação e parceria com fornecedores de alimentos. Conforme explica um dos professores responsáveis, Rogério Gomes, fora as despesas do evento, o resto do valor arrecadado será doado para as instituições participantes.