Primeiro SECAU UniFAJ obtém resultado positivo e enriquecedor aos alunos de Eng. Civil e Arquitetura e Urbanismo

Primeiro SECAU UniFAJ obtém resultado positivo e enriquecedor aos alunos de Eng. Civil e Arquitetura e Urbanismo

“Foi o primeiro ano que os cursos de Arquitetura e Urbanismo e Engenharia Civil se reuniram para compartilhar momentos muito enriquecedores a todos nós: alunos, docentes, palestrantes e alumnis”, disse a coordenadora do curso de Arquiteutra e Urbanismo, professora Adriana Carneiro.

A SECAU (Semana Acadêmica de Engenharia Civil e Arquitetura e Urbanismo), que ocorreu entre os dias 27 de setembro a 01 de outubro, foi um sucesso. O evento reuniu palestras, minicursos e aulas práticas simultaneamente. E finalizou o evento com uma gincana interdisciplinar entre os alunos dos cursos.

Durante a semana, os alunos e docentes promoveram em conjunto diversos minicursos como, Execução de canteiro de obra, com a professora Mariana Bravo; Georreferenciamento pelo Google Earth, com a professora Luisa Trevisan; Pìxel – Revit Architecture, ministrado pelo professor Matheus Leite; minicurso De onde vem as ideias, com o professor Onofre Santos Jr e Conceito sobre projetos de estrutura e fundação, com professor Eder Sabino.

Dentre as palestras apresentadas, estavam: Jardim dos sentidos, com Thaís Gomes e Desenvolvimento pessoal e liderança inteligente, com Bruni Silva;  A Importância da segurança do trabalho para evitar acidentes, com Emerson Gallo; AMBEV: Roda de conversa; programas de estágio e plano de carreira e Estratégia de recrutamento, com Lorine Freitas e Alex Brigolin; e Estratégia de recrutamento e seleção Linkedin, com Regiane Almeida; CREA: registro profissional, ART, fiscalização e responsabilidades, com Marcelo Maciel; CAU: história e importância do conselho, ética e profissionalismo, Victor Chinaglia; Inovação e tecnologia em fundação de pequenos porte no Brasil, com Romário Souza e Caroline da Silva da empresa Rei Hélice Continua; Acessibilidade e Mobilidade, com a arquiteta e urbanista Silvana Cambiaghi; Corpo de bombeiro: troque o celular pela atitude, com 1ª sargento Emerson José Pessoa; e Importância de um projeto estrutural: teoria e tecnologia; Mesa redonda com alumnis de Engenharia Civil: José Rinaldi e Karine Setei e de Arquitetura e Urbanismo: João Pedro Nozela e César Augusto Nascimento;  e Tecnologia de concreto autoadensável, com o Engenheiro Luis Felipe Genu.

Na palestra de Inovação e Tecnologia em Fundação de Pequeno Porte no Brasil, no dia 27, a Rei Helice Continua agradeceu a todos os alunos pelo interesse na palestra e aconselhou que aproveitassem ao máximo todas as informações passadas pelos engenheiros e profissionais da Rei. “Os conhecimentos teóricos são obtidos dentro das faculdades, mas aqui vocês vão ter acesso a informações práticas”, explicou Romário Sousa, um dos palestrantes. Os estudantes e professores puderam assistir a história da Fundação com os tipos de estacas mais utilizadas no Brasil e a inovadora Estaca Hélice Contínua Monitorada de Pequeno Porte. Uma solução inovadora, sem concorrência no mercado de fundações, com tecnologia 100 % brasileira, projetada para ser ágil e de alto desempenho.

A solução tecnológica desenvolvida e explicada na palestra, além de permitir fácil mobilização e perfuração, mesmo em solos de maior complexidade e resistência, inova em não produzir poluição sonora e diminuir o tempo da execução da fundação no canteiro de obras. A palestra contou ainda com a explicação dos tipos de concreto produzidos pela Rei Mix Concreto ministrada pela Engenheira Civil Caroline Silva.

“Sobre as palestras, tivemos nitidamente momentos ímpares somados aos diversos temas e áreas de interesse de todos. O que teve muito peso também foi a participação de conselheiros e profissionais envolvidos diretamente com os dois conselhos de classe: CAU e CREA, onde os alunos puderam entender as várias demandas do mercado de trabalho”, destaca Adriana.

Para finalizar, no último dia ocorreu uma gincana entre os alunos dos cursos, no anexo à cantina do Campus II da UniFAJ, no qual o objetivo era promover a integração entre todos os alunos; no intuito de desenvolver trabalho em equipe com foco no conhecimento técnico, interdisciplinaridade e cooperação. Foram formadas equipes de dez alunos, sendo obrigatório para composição dos grupos, alunos de ambos os cursos. “O grande desafio foi a execução de projeto arquitetônico e estrutural, onde se deu em três etapas: 1- Criação do projeto; 2- Concepção estrutural; 3- Maquete física. Mas pessoalmente posso dizer que foi muito interessante e motivador fazer essa parceria entre os cursos. Aos alunos de Arquitetura e Urbanismo, por cada dia de participação, foi elaborado um relatório e forma sucinta relatando sobre a palestra ou minicurso participado.” explica a coordenadora de Arquitetura e Urbanismo.

Houve uma avaliação composta pelos docentes de ambos os cursos no final da gincana, para avaliar os melhores projetos. As premiações ocorreram da seguinte forma: 1° colocado = R$ 500,00 (quinhentos reais total para o grupo) patrocinado pelo Rei da Hélice Continua; 2° = 100 hs complementares e 3° = 50 hs complementares. Dos critérios de avaliação da gincana: organização/trabalho em equipe com divisão de tarefas/melhor projeto de inclusão social/melhor projeto arquitetônico/melhor concepção estrutural/maquete que melhor representou ambas partes: arquitetônico e estrutural. “Foi uma experiência muito positiva. Os alunos tiveram uma integração muito satisfatória para ambas profissões”, finaliza a assessora do curso de Engenharia Civil, professora Luciane Sandrini Dias.