Psicanálise e Arte

O recorte primordial da psicanálise é decifrar o discurso do inconsciente e seus efeitos. De que forma um escritor, um artista ou um roteirista engendram pensamentos e fantasias inconscientes numa obra de ficção? Como conseguem esboçar de maneira tão articulada o saber inconsciente?

A partir da apresentação do texto “Delírios e sonhos de Gradiva de Jensen” escrito por Sigmund Freud em 1906 a proposta para estes encontros será identificar e articular as manifestações do inconsciente nas artes (literatura, cinema e artes visuais).

Obs.: Não é necessário realizar o cadastro mais de uma vez para participar dos outros dias.

Datas:

  • 22 de abril
  • 6 e 20 de maio
  • 3 e 17 de junho

Encontros às quartas-feiras

Horário: Das 18h às 19h

Coordenação:
Profª Ms. Flaviana M. Tannus