Professora da UniFAJ ganha bolsa em universidade da Finlândia por desenvolver projeto de Metodologias Ativas

Professora da UniFAJ ganha bolsa em universidade da Finlândia por desenvolver projeto de Metodologias Ativas

Um projeto brasileiro que avalia os desafios na implementação de metodologias ativas nos cursos da área da saúde no contexto brasileiro, como nas graduações de enfermagem e medicina, foi selecionado pela TAMK University de Tampere, na Finlândia. O estudo, de autoria da professora Mariana Dolce Marques, que integra o quadro de docentes da UniFAJ (Centro Universitário de Jaguariúna), concorreu com trabalhos de representantes de mais de 50 instituições particulares do Brasil por meio do Programa Fellowship do consórcio STHEM (Science, Technology, Humanity, Engineering and Mathematics).

“A escolha dos projetos foi feita às cegas pelas universidades de TAMK e de Harvard, nos Estados Unidos. Ficamos muito satisfeitos por termos sido escolhidos porque é um processo idôneo e muito sério”, comemora a professora Beatriz Leme Passos Carvalho, gestora de Programas Acadêmicos da UniFAJ. “O ensino através de metodologias ativas (tema da pesquisa com bolsa na Finlândia) é um dos pilares do nosso projeto Educar, que implantamos em todos nossos cursos de graduação com resultados excelentes, feedback muito bom por parte do corpo docente e também dos alunos, juntamente com o ensino significativo, autonomia dos alunos e estímulo à investigação, multidisciplinaridade e ainda o ensino de competências não só técnicas, mas sócio-comportamentais”, informa a gestora.

Foi exatamente o fato de participar do Projeto Educar da UniFAJ que motivou a docente Mariana Dolce a escrever o estudo com o tema “Metodologias ativas na formação de profissionais de saúde: desafios na mudança de paradigma no Brasil”.

A professora conta que recebeu o edital por meio da sua coordenadora do curso de Enfermagem da UniFAJ, Profª Drª. Celene Audi, e que juntas pensaram sobre a possibilidade de escrever um projeto para concorrer a uma das três bolsas de estudo (duas na Universidade de Laspau em Cambridge – Estados Unidos e outra pela TAMK University de Tampere – Finlândia).

“Acho uma oportunidade muito importante para o meu desenvolvimento pessoal e profissional, e acredito que vou poder experienciar muitas inovações tecnológicas para compartilhar com meus colegas e parceiros da UniFAJ”, acredita. “Agradeço a oportunidade a todos os diretores e coordenadores como Prof. Coimbra (José Carlos Pacheco Coimbra – pró-reitor da UniFAJ), Prof. Bia (Beatriz Passos), Prof. Flávio (Flávio Fernandes Pacetta – diretor acadêmico de unidade da UniFAJ)  e Profª Celene (Celene Audi), a todos meus colegas docentes do curso da enfermagem para que juntos possamos formar profissionais empáticos, reflexivos e com domínio técnico e científico necessário a profissão”, declara a ganhadora da bolsa.

A professora Drª Celene lembra que a UniFAJ é uma instituição que tem um trabalho contínuo para a melhoria da qualidade de ensino e que está à frente com as propostas de reorganização dos projetos pedagógicos, buscando inovação, tecnologia e diferenciação na contribuição para a formação de uma pessoa para um mercado de trabalho em constante mudança.

“Essa premiação com bolsa de estudos do projeto de pesquisa idealizado pela Profª Mariana é um dos primeiros resultados do Projeto Educar da UniFAJ. Será um desafio desenvolver essa pesquisa, mas com certeza terá uma importante contribuição para a educação não só da UniFAJ, como de muitas outras IES do nosso país”, defende a coordenadora. “É um orgulho para nossa instituição o nosso curso de enfermagem sendo contemplado para o desenvolvimento desta pesquisa. A Profª Mariana está à frente no desenvolvimento deste projeto e já recebe todo apoio para que esta pesquisa seja realizada com sucesso”, garante.

IMG_20190630_114455_245