NEPI e GEPUCS se reúnem para discutir avanços em pesquisas e desenvolvimento ambiental

NEPI e GEPUCS se reúnem para discutir avanços em pesquisas e desenvolvimento ambiental

Com o intuito melhorar e criar uma cidade saudável com um enfoque interdisciplinar, o Núcleo de Estudos e Pesquisas Interdisciplinares – NEPI, equipe organizada por profissionais da FAJ, junto com o GEPUCS – Estudos de Planejamento Urbano Cidades Saudáveis, realizaram o encontro Hora do Chá Acadêmico: “Construindo Redes do Saber Interinstitucional”, no dia 03 de novembro, para executarem métodos que tragam uma qualidade de vida através de mobilidade e acessibilidade.

O NEPI, por meio do Grupo de Estudos da Mobilidade e Acessibilidade para Cidades Saudáveis – GEMOBIAS e o GEPUCS, grupo vinculado ao laboratório de investigações urbana da faculdade de Engenharia Civil da UNICAMP (LABINUR/FEC/UNICAMP) apresentaram grandes nomes das instituições, como o professor Dr. Lauro Luiz Francisco Filho que abordou sobre o processo de desenvolvimento de uma pesquisa e como é fundamental formular perguntas e respostas e buscar soluções. Contou também com participação do professor e doutor Edson Favaro.

Os responsáveis pelo NEPI, que apresentaram na reunião boas estratégias, conta com uma excelente equipe, com os doutores e professores Geraldo Gonçalves Delgado Neto, Valéria Nasser Figueiredo, Denise Fernandes Geribello, Regina Marangoni de Oliveira e Celene Aparecida Ferrari Audi. Os alunos da Pós-Graduação representando o GEPUCS exibiram diferentes metodologias utilizadas para o planejamento e desenvolvimento de uma cidade saudável, e logo em seguida os responsáveis pelo GEMOBIAS mostraram suas aparições nacionais e internacionais e as metodologias e pesquisas que buscam atender a mobilidade e acessibilidade dentro da faculdade e fora dela.

A Coordenadora Geral do NEPI e GEMOBIAS frisou a importância do momento para a realização de parcerias no sentido de pesquisar temas convergentes, porém com multiplicidade de disciplinas, um movimento diferencial para uma academia privada como é a FAJ. A Coordenadora ressaltou a importância da formação de redes do conhecimento transdisciplinares e interinstitucionais e ainda que a formação do pesquisador seja pautada nos sentimentos e na concretude de seu produto. Para encerrar a reunião, todos os responsáveis agradeceram e se mostram muito satisfeitos com o resultado do encontro.

Os grupos estão elaborando ainda uma oficina de trabalho, com a proposta de criação de uma pesquisa em conjunto entre ambos. Programada para o ano que vem esse plano visa trazer sucesso para projetos futuros.