Em parceria, UniMAX e UniFAJ promovem Semana Acadêmica Gastronômica do Festival “Sabores da Terra”, nos dias 23, 24 e 25 de junho

Em parceria, UniMAX e UniFAJ promovem Semana Acadêmica Gastronômica do Festival “Sabores da Terra”, nos dias 23, 24 e 25 de junho

Evento 100% online, criado pela Elo Produções, é aberto a toda comunidade e será realizado via Google Meet. As palestras acontecem no período noturno

Em ação inédita, a UniMAX e a UniFAJ realizam em parceria a Semana Acadêmica Gastronômica do Festival Itinerante “Sabores da Terra” organizado pela Elo Produções. O evento 100% online, aberto a comunidade, acontece nos dias 23, 24 e 25 de junho (terça, quarta e quinta-feira), às 19h, via Google Meet. Para participar é necessário realizar a inscrição pelo link – Semana Acadêmica Gastronômica 2020.

“5 anos do Festival Gastronômico Sabores da Terra – Uma reflexão sobre o fortalecimento da gastronomia de raiz” é o tema da edição de 2020, que também aborda as mudanças na área pós-pandemia. O evento contará com palestras de renomados chefs de cozinha e mediação dos professores Caio Nunes (UniMAX) e Sérgio Rischiotto (UniFAJ) e da organizadora do evento Renata Tannuri.

“Neste mês de junho, o Festival Sabores da Terra está completando cinco anos. Nós havíamos programado uma grande edição de aniversário que culminaria na Festa de Encerramento no Parque Ecológico em parceria com o Festival de Inverno promovido pela Secretaria de Cultura do município [Indaiatuba]. Em função do momento atual, tivemos que postergar nossas ações, mas achamos fundamental comemorar essa data com a Semana Acadêmica que é um ponto alto do festival. Nos adequamos para que ela ocorra de forma virtual a fim de preservar a saúde de todos os envolvidos, mas sem perder a qualidade e sobretudo o conteúdo”, ressalta Renata Tannuri.  

Já o professor Sérgio Rischiotto, coordenador do curso de Gastronomia da UniFAJ, fala sobre sua expectativa em participar pela primeira vez como um dos mediadores do evento. “Já conhecia este grande evento por meio da UniMAX e ter a oportunidade de trazê-lo também para a UniFAJ se faz de grande importância para nós professores e, principalmente, para os alunos, que terão mais bagagens de conhecimento sobre história, cultura, técnicas e experiências trazidas pelo renomados Chefs participantes. A grandiosidade deste evento reflete também em suas abordagens em gestão e empreendedorismo, resgatando hábitos e costumes e ainda regras de apresentação de pratos, conteúdos valorosos para a nossa região turística e de valorização regional”, diz.

Assim como nos anos anteriores, mesmo com este novo formato, acredito que a Semana será de grande valia tanto para nossos alunos que têm a oportunidade de ter contato direto com pessoas experientes no mercado de trabalho, de se aprofundarem e aprenderem sobre diferentes técnicas da culinária de várias regiões do mundo como para os demais participantes que também têm acesso a profissionais da área e produtores”, destaca o coordenador do curso de Gastronomia da UniMAX, Caio Nunes[1] .

Por fim, a organizadora do Festival considera: “É uma alegria realizar essa Semana com a UnimAX nossa parceira desde o primeiro ano e agora com a UniFAJ. Tenho certeza que será de grande relevância para todos os públicos envolvidos”, conclui Renata.

 

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA:

 Dia 23/06 (terça-feira) – 19h

 

  •     IVAN ACHCAR – consultor, banqueteiro, curador de conteúdo, personalidade da TV, músico, autor do premiado livro “Quantidades Absurdas”, diretor da EGG – Escola de Gestão em Negócios da Gastronomia e renomado representante e defensora da culinária caipira.
  •     RAFA CARDOSO (Bocaina) – microprodutor na Serra da Bocaina, charcuteiro, formado em Hotelaria e Gastronomia pelo Senac Campos do Jordão, estagiou em grandes cozinhas como D.O.M e Mugaritz. Chefiou casas em São Paulo, Goiânia e Belo Horizonte e foi professor de gastronomia em diversas entidades. Em 2013, palestrou no renomado congresso Madrid Fusión.

 

Dia 24/06 (quarta-feira) – 19h

 

  •     IGOR FURLAN – Chef de cozinha, proprietário dos restaurantes Amadeu e Asiatique em Indaiatuba, professor universitário, formado em Hotelaria pelo Senac São Pedro com especialização em Cozinha Internacional na Escola Argentina Mausi-Sebbes. Estagiou na Escola de Artes Culinárias Laurent e no Restaurante Laurent. Pratica uma cozinha autoral e utiliza sempre ingredientes frescos da própria horta do restaurante, tendo influências, principalmente, da cozinha brasileira, francesa e italiana.
  •     MANUEL ALVES FILHO – jornalista, chef de cozinha, palestrante, consultor, colunista, produtor e idealizador de eventos gastronômicos como o Chefs na Praça, pioneiro na divulgação da cultura cervejeira, tendo sido o criador do “Beer Train”, experiência que promove a harmonização de cerveja e comida durante passeio de Maria Fumaça, autor do livro “50 memórias, 50 sabores – A cozinha ancestral de quem ajudou a construir a Unicamp”.

 

Dia 25 (quinta-feira) – 19h

 

  •     ELZINHA NUNES - Chef de cozinha, palestrante, apresentadora, proprietária dos Restaurantes Dona Lucinha e Anetto, presença frequente em júris de gastronomia e na mídia, renomada representante e defensora da culinária de raiz e das tradições de Minas Gerais, realiza apresentações e festivais gastronômicos no Brasil e no exterior. Euzinha também ministra aulas nos Cursos livres de Gastronomia da FAAP (Fundação Armando Álvares Penteado) e foi indicada por seu trabalho junto ao Dona Lucinha ao “Prix Au Chef De L´Avenir”, concedido pela Academia Internacional de Gastronomia (AIG) com sede na França um dos mais importantes prêmios da culinária mundial. Em 2019 lançou sua própria marca de Pães de Queijo Gourmet.
  •     SÉRGIO DONOFRIO (Calusne Farms) – agricultor, proprietário da Calusne Farms, empresa agrícola localizada em Campinas (SP) que se destaca pelo cultivo de alfaces especiais, ervas finas, brotos, mini folhas, flores comestíveis, mini legumes e outras especialidades para a fina culinária brasileira, todas elas comercializadas já higienizadas. São cinco hectares com muitas estufas, cuja prioridade é o sabor e qualidade do que a terra produz.

 

Texto: Tatiane Dias – (MTB 67029)

Com informações: Festival Sabores da Terra