Diretor e alunos da UniFAJ participam de congresso internacional do Interpoj

Diretor e alunos da UniFAJ participam de congresso internacional do Interpoj

O Instituto Internacional de Estudos de Política Judiciária (Interpoj) promoveu entre os dias 28 e 30 de outubro o XXVIII Congresso Luso-Ítalo-Brasileiro, com o tema “Segurança, Justiça e Cidadania”. A abertura foi em Amparo (dia 28), prosseguiu no Fórum da Comarca de Serra Negra (dia 29) e o encerramento ocorreu no Palácio da Justiça, em São Paulo–Capital (dia 30). O presidente do TJSP (Tribunal de Justiça de São Paulo), desembargador Manoel de Queiroz Pereira Calças, compôs a mesa de abertura ao lado do vice-presidente da Corte paulista, desembargador Artur Marques da Silva Filho, e do presidente do Interpoj, desembargador Ricardo Cardozo de Mello Tucunduva.

A programação de abertura, no auditório da empresa Ypê, em Amparo, contou com mais de 15 palestras, entre elas a ministrada pelo professor Flávio Fernandes Pacetta, diretor acadêmico de unidade de UniFAJ (Centro Universitário de Jaguariúna). “Quero parabenizar Química Amparo (Ypê) pela recepção fantástica que deu a todos os convidados, incluindo diversos alunos do curso de Direito da UniFAJ, que foi a única instituição de ensino superior que se fez representar com o curso de Direito mais uma vez participando efetivamente dessa parceria com o Interpoj”, comenta Pacetta, lembrando que no ano que vem a 29ª edição do congresso ocorrerá na Europa, novamente como já ocorreu em outras oportunidades. “Inclusive em 2012 quando eu tive a satisfação e a oportunidade de poder participar em Portugal desse evento, que de fato traz muito em termos de acréscimo para o conhecimento e enriquece muito, não só a região a sociedade a comunidade, mas também enaltece e coloca a UniFAJ o seu curso de Direito entre os melhores do nosso País”, destaca o diretor.

Para a professora Elizete Moura de Oliveira, assessora da coordenação do curso de Direito da UniFAJ, que juntamente com os alunos permaneceu o dia todo no evento, foi uma excelente oportunidade. “Agregamos muito conhecimento a respeito do tema Segurança, Justiça e cidadania. Cada palestrante nos trouxe informações, dados estatísticos, atualidades e perspectivas de futuro”, menciona a docente.

Ao final do congresso, o presidente do Interpoj, desembargador Ricardo Cardozo de Mello Tucunduva, se disse realizado por ter completado o 28º evento, cinco deles na Itália, dez em Portugal e o restante no Brasil. “Isso não é apenas um sonho meu, mas de todos os que se encontram aqui. Quem faz esse congresso são os palestrantes, as autoridades que comparecem e o público que nos prestigia. Muito obrigado”, concluiu.

Criado em 2011, o Instituto Internacional de Estudos de Polícia Judiciária é uma associação que tem por finalidade promover, incentivar e congregar estudiosos de assuntos concernentes às atividades das Polícias Judiciárias do Brasil e do exterior, para uma troca permanente de conhecimentos e experiências, visando à difusão e o aperfeiçoamento dos métodos de combate ao crime. Conta com o apoio da Escola de Polícia Judiciária de Portugal, da Ordem dos Advogados de Portugal, do Tribunal de Justiça de São Paulo, da Academia da Polícia de São Paulo e da Associação Paulista de Medicina, em cujas sedes são realizados os congressos.