Campus II da UniFAJ é utilizado como área para projeto experimental de tratamento de água

Campus II da UniFAJ é utilizado como área para projeto experimental de tratamento de água

No dia 9 de novembro, a Dra. Danielle Gonçalves, da Green Future Engenharia, esteve na UniFAJ – Centro Universitário de Jaguariúna para conversar com os integrantes dos grupos de estudos do NEPI – Núcleo de Estudos e Pesquisas Interdisciplinares, sobre um projeto de tratamento de água, que será aplicado na instituição.

A profissional criou um equipamento de tratamento de água remoto, durante o seu doutorado na Unicamp, e em parceria com o NEPI, Danielle o emprestará a UniFAJ para uma experiência ambiental, que toda a água utilizada no campus II da instituição será tratada pelo equipamento e disponibilizada novamente para reúso. “A disponibilidade de água de boa qualidade para consumo humano é de extrema importância para à manutenção da vida pois há uma intrínseca relação entre o acesso à água de boa qualidade e a saúde humana. Assim, promover formas de acessos a tratamentos alternativos da água em pequenas comunidades é indispensável para o desenvolvimento socioeconômico dessas comunidades uma vez que, na maioria dos casos, essas comunidades não possuem nenhuma forma de acesso a água tratada”, explicou Danielle.

Há oito meses, o coordenador GEDAI (Grupo de Estudos para Desenvolvimento e Avanço da Tecnologia), professor Geraldo Delgado e a responsável pelo Grupo de Estudo de Saneamento Básico e Meio Ambiente, professora Luciana Souza, estão em contato com a Danielle em busca de atender a demanda do município de Jaguariúna e em uma das conversas, surgiu a ideia de construir um equipamento experimental no campus, com recursos de doação e contribuição voluntária da Doutora e sua empresa.

A ação está sendo estruturada e será realizada pela equipe de PIC – Programa de Iniciação Científica, sendo uma iniciativa integralmente do NEPI. Os estudantes contarão com o apoio do professor do FEAGRI – Faculdade de Engenharia Agrícola da Unicamp, Dr. José Euclides Stipp Paterniani, que é referência na área de tratamento de águas.