Artigos e projetos de iniciação científica são os diferenciais para bolsa de intercâmbio

Artigos e projetos de iniciação científica são os diferenciais para bolsa de intercâmbio

No dia 19 de setembro, o aluno ganhador da bolsa de intercâmbio do Programa Fórmula Santander, João Paulo Ventura, do oitavo semestre de Engenharia Ambiental, assinou o termo de contemplação e tem o prazo de um ano para fazer um semestre do seu curso em uma universidade no exterior.

De acordo com o professor e coordenador do programa acadêmico PROEIDEIA e responsável pelo processo seletivo dos Programas de mobilidade internacional do Santander Universidades no Centro Universitário de Jaguariúna, Vinícius Bastelli, o estudante concorreu com 244 inscritos e o seu grande diferencial foi o fato de ter artigos e projetos de iniciação científica publicados.

Junto ao NEPI – Programa de Iniciação Científica – do Centro Universitário de Jaguariúna e a empresa em que trabalha, a Embrapa, o graduando de Engenharia Ambiental tem em seu currículo cinco artigos publicados em anais de congressos nacionais, um no congresso IFLA na Polônia e mais um artigo publicado no Conic que ficou entre os finalistas de aproximadamente dois mil trabalhos da área de ciências exatas e da terra. Além dos trabalhos, João tem um projeto de iniciação científica e dois em andamento.

“Ainda não caiu a ficha, estou pretendendo fazer algo interessante na área acadêmica, esse sendo o pontapé inicial para meu futuro mestrado e doutorado que tem ligação com a minha iniciação cientifica”, revela o aluno que tem até setembro de 2018 para fazer o intercâmbio. Dentre as opções de países, João está optando por Portugal ou Holanda, pois ambos possuem tecnologias voltadas a suas áreas que são agricultura, sustentabilidade e meio ambiente.

Assim que terminou de assinar os documentos, o estudante se mostrou ansioso e agradeceu por todo o apoio da Instituição. “Quero agradecer aos professores pelo suporte, a coordenação do curso e a UniFAJ pela bolsa”, conclui João.

A BOLSA E PROGRAMA

O Programa Fórmula Santander oferece uma bolsa para o Centro Universitário de Jaguariúna e dentre os critérios exigidos para os alunos, institucionalmente a UniFAJ busca pessoas que tem pesquisas científicas em andamento ou publicadas em congresso. “Isso é um fator motivador para o aluno. Ir a outro país para uma experiência de mobilidade internacional complementando sua formação profissional que foi iniciada na UniFAJ e quando ele retornar publicar outro artigo de forma aprimorada”, explica o Vinicius.  O Centro Universitário possui a Intellectus Revista Acadêmica Digital que publica artigos científicos de alunos.