Alunos de Engenharia de Produção se trabalharão em ações sociais e de conhecimento integral durante o semestre

Alunos de Engenharia de Produção se trabalharão em ações sociais e de conhecimento integral durante o semestre

Os alunos do curso de Engenharia de Produção acompanharam, no dia 15 de fevereiro, diversas ações sócio culturais na disciplina Tópicos 1. A aula foi ministrada pelo docente Geraldo G. Delgado Neto, que aplicou os seguintes tópicos: Engenheiro Ativo; Caderno de Experiências compartilhadas; 30D; Competição de Integração Par ou Ímpar e Hackathon Social.

Segundo o professor responsável pela disciplina, Geraldo Delgado, as técnicas usadas no tópico de Engenheiro Ativo buscarão mostrar aos alunos a diferentes formações acadêmicas da área por meio de relatos de profissionais já formados.  Além disso, o “Engenheiro Ativo tem o objetivo de, toda semana, os cursos que compõem a UniFAJ troquem experiências em sala de aula através de uma breve interação em sala de aula –  visita a outros cursos trazendo a luz o que realmente o profissional atua no mercado”, explica ele.

Para o caderno de Experiências Compartilhadas, o foco é conhecer e construir os conceitos de competências e habilidade a partir das experiências e expectativas que os alunos trazem como bagagem de vida pessoal e profissional e assim se aperfeiçoar na graduação.

Já no tópico Ação 30D, a “proposta é que em 30 dias os alunos deverão conduzir uma ação social e criar todo o processo desde o início até o desenvolvimento e conclusão. O professor tem um papel de mediador/tutor”, explica o docente Geraldo.

A disciplina traz também o famoso Torneio de Par ou Ímpar “a proposta é que os alunos do 9º semestre organizem e participem de um torneio de par ou ímpar entre todos os semestres do curso de Engenharia de Produção. No campeonato eles utilizam a ferramenta de engenharia chamada ‘Termo de Abertura de Projetos’ que foi apresentada em aula, mas demanda um estudo e pesquisa aprofundado”, aponta.

Finalizando os tópicos que serão tratados, os estudantes trabalharão com o Hackathon Social. A ação consiste na formação de grupos que analisarão problemas de três ONGs selecionadas, procurando soluções para ajudá-las. A intenção do evento é proporcionar um momento para que os alunos se envolvam socialmente de forma simples e prática utilizando seus conhecimentos acadêmicos e profissionais para ajudar organizações sociais da região.