Ação internacional possibilita alunos UniFAJ a publicar matérias em portal da Universidade de Shimane, Japão

Ação internacional possibilita alunos UniFAJ a publicar matérias em portal da Universidade de Shimane, Japão

Como forma de integrar o aluno com idiomas estrangeiros e conhecimento em países mundo a fora, o Departamento do Internacional da UniFAJ iniciou um novo projeto que busca promover matérias feitas em inglês pelos estudantes da UniFAJ, em um portal da Universidade de Shimane, no Japão. O portal em questão é o Real Reporter, um jornal internacional inglês, publicado pela universidade japonesa.

A primeira aluna da UniFAJ a publicar uma matéria inteiramente em inglês, foi a estudante do curso de Medicina Veterinária, Glenda Souza da Silva, com o título Global Warming and the Loss of Biodiversity in Brazil (Aquecimento Global e a perda da Biodiversidade no Brasil). A aluna desenvolveu a matéria por meio de pesquisas e artigos científicos, escolhendo o assunto tratado por já ter afinidade com a área. “Mesmo sendo um tema muito citado, os danos ocasionados pela perda de biodiversidade natural não são tratados com a sua devida importância. A divulgação da matéria é relevante para a conscientização das pessoas com relação a preservação do meio ambiente”, explica Glenda.

Ao ser questionada sobre como foi desenvolver um texto exclusivamente em uma língua estrangeira, ela afirma que foi a parte mais tranquila e complicada ao mesmo tempo. “Para mim, foi uma das partes mais legais, porém, a mais difícil. Mas foi muito bom para obter maior conhecimento sobre”, aponta.

O começo da parceria data desde 2018, quando a Universidade de Shimane participou do programa Asynchronous Global Understanding da UniFAJ. “Nos enviaram um e-mail no segundo semestre do ano passado dizendo que os alunos [da Universidade de Shimane] tinham gostado muito do que os nossos alunos tinham apresentado nos vídeos da ação do Global Understanding e nos convidaram para fazer parte desse jornal online, que é criação da própria equipe de edição da instituição deles”, explica a responsável pelo Departamento do Internacional da UniFAJ, Caroline de Rosso.

O diferencial do jornal, é que os editores do Real Reporter são totalmente os alunos. São abordadas algumas pautas específicas para que eles possam trabalhar, e seguindo essa linha, publicar uma matéria. Segundo Caroline, o critério para a criação dos textos é conter entre 200 a 600 palavras, possuir um inglês legível, não precisando ser fluente, mas que não atrapalhe a compreensão do texto, e não apresentar conteúdos inapropriados.

Para ler a matéria, acesse: http://realreporter.online/global-warming-and-the-loss-of-biodiversity-in-brazil/