UniFAJ divulga o gabarito das provas do Vestibular 2018

UniFAJ divulga o gabarito das provas do Vestibular 2018

O Centro Universitário de Jaguariúna – UniFAJ divulgou nesta segunda-feira, 23 de outubro, o gabarito (no site www.faj.br) referente às questões do vestibular 2018. As provas aconteceram das 9h30 às 14h, no domingo, 22 de outubro, no campus II, com a presença de candidatos de várias cidades da região e, inclusive, do sul de Minas Gerais. O resultado oficial será liberado nesta quarta, dia 25 de outubro, a partir das 18h.

“Verificamos uma presença bem expressiva, massiva e uma ausência muito baixa. Isso vem ratificar aquilo que nós acreditamos, que é fazer um ensino diferenciado, de qualidade, com muita prática e, com isso, fazer com que o aluno tenha a melhor profissão possível em termos de formação”, comenta o diretor de unidade, professor Flávio Pacetta. “Temos alguns cursos, como medicina veterinária, direito, psicologia, que estão com uma concorrência bem alta. Isso é resultado de notas muito positivas que se obtêm em concursos públicos, a própria nota do Enade, aprovação muito expressivas de nossos alunos no exame da OAB. Esse desempenho que os alunos acabam demonstrando no mercado reforça que nosso modelo de ensino é correto e dá resultado”, declara Pacetta.

O pró-reitor acadêmico da UniFAJ, professor José Carlos Pacheco Coimbra, também comentou a crescente procura por cursos da instituição. “É agradável ver a moçada já buscando o futuro, um caminho na vida, e a gente poder auxiliar nessa futura carreira com nossos cursos. É muito gratificante ver a instituição crescendo, e esse crescimento com qualidade que propomos, acaba se consolidando na visão que a gente tem de mercado e no número de pessoas que nos procuram”, diz Coimbra.

Otimismo e ansiedade

Ao chegarem ao campus, os candidatos e familiares foram recepcionados pelos diretores, coordenadores, professores e colaborares. Foi servido café da manhã, e o público ainda recebeu flores, uma alusão ao Outubro Rosa, campanha que conscientiza sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama. As rosas foram doadas pelo Veiling por meio de parceira com o departamento de Convênio Empresa da UniFAJ.

Antes da prova o sentimento dos candidatos que chegavam ao campus era um misto de otimismo e ansiedade. A maioria (candidatos e pais) também ficou impressionada com a infraestrutura e organização do centro universitário. “Não conhecia a UniFAJ, fiquei sabendo por amigas. Estou empolgada porque me disseram que o curso é muito bom”, disse Marina Uema Bregantin, 16 anos, de Americana, que prestou para medicina veterinária.

Outro que concorreu a uma vaga em medicina veterinária foi João Vitor Moraes da Silva, 20 anos, de Mogi Mirim. “Eu vim aqui no evento UniFAJ Aberta e fiz minha inscrição naquele”, contou, já se dirigindo à sala de prova.

Ana Júlia de Jesus, 17 anos, de Pedreira, que prestou para direito e conheceu o centro universitário durante o UniFAJ Aberta, falou que a prova estava fácil. “Acredito que passei”, afirmou.

O mesmo palpite é de Leonardo Henrique Batista, 17 anos, de Artur Nogueira, que também concorre ao curso de direito. “Tava fácil”, disparou.

O que chamou a atenção de Joel Batista Ferraz, pai de Juan Bento Ferraz, 18 anos, de Campinas, que prestou para medicina veterinária, foram os espaços físicos da UniFAJ. “Gostei muito da estrutura. O local é excelente”, elogiou. Sobre o vestibular, ele contou que o filho já havia prestado em outra universidade, mas que o desejo do jovem é estudar na UniFAJ, que tem um dos principais hospitais veterinário da América Latina.  “Ele sempre gostou de animais e quer muito estudar aqui”, garantiu o pai.

Quem também já desde criança demonstrava a paixão por uma área profissional é Andrêina Paula Serraglio, 17 anos, de Jaguariúna. “Minha filha tinha inicialmente vontade de ser oftalmologista. Ela sempre gostou da área de saúde desde criança e quer concretizar esse sonho fazendo enfermagem aqui”, disse a mão da vestibulanda, Nadia Cristina Serraglio enquanto esperava a filha realizar a prova.

Nadia ainda lembrou que uma fatalidade acabou motivando a filha na escolha da profissão. “Meu marido teve uma parada cardíaca em novembro de 2016 e ficou até fevereiro de 2017 mexendo praticamente só os olhos. Minha filha me ajudou a cuidar dele.

Acredito que esse envolvimento nos cuidados com o pai fez ela se interessar ainda mais pela enfermagem”, contou.

Quem também acompanhou o filho no vestibular foi o jaguariunense Wanderlei Ferrari, pai de Lucas, 20 anos, de Jaguariúna, que prestou para arquitetura. “Em 2015 e passou em três universidades, entre elas USP e Unicamp. Começou a cursar física na Unicamp, mas percebeu que não era isso que queria. Agora quer muito fazer arquitetura aqui na UniFAJ.”

ăn dặm kiểu NhậtResponsive WordPress Themenhà cấp 4 nông thônthời trang trẻ emgiày cao gótshop giày nữdownload wordpress pluginsmẫu biệt thự đẹpepichouseáo sơ mi nữhouse beautiful