Projeto sócio-esportivo da UniFAJ oferece aulas gratuitas a crianças e adolescentes

Projeto sócio-esportivo da UniFAJ oferece aulas gratuitas a crianças e adolescentes

Com a participação de 28 crianças e adolescentes de 11 a 15 anos, teve início no sábado, 30, a Escola de Esportes do Centro Universitário de Jaguariúna – UniFAJ. A aula inaugural, no ginásio da UniFAJ, contou com atividades lúdicas e cooperativistas sob orientação de alunos do curso de Educação Física da instituição de ensino superior.

“Hoje fizemos o lançamento com uma apresentação, mas ao longo do projeto vamos abordar todas as modalidades esportivas, sendo no início com aulas sobre futsal”, informa o coordenador da Escola de Esportes, o professor da UniFAJ Adinã Fernandes Leme, que leciona as disciplinas Futsal e Ética e Responsabilidade Social. “A proposta é atender todas as crianças e adolescentes para que possam ter atividades tanto lúdicas quanto cooperativistas, esportivas e ter esse aprendizado. E nossos alunos (universitários), com isso, terem uma vivência um pouco maior com metodologias ativas e colocaram em prática tudo o que aprendem na teoria”, explica o docente. São 40 vagas, no total – distribuídas entre meninos e meninas de 11 a 15 anos.

A participação na monitoria das atividades é aberta a todos os 400 estudantes de Educação Física da UniFAJ, conforme observa coordenador do curso, Taiguara Bertelli. “Na prática, significa mais um campo de estágio aberto para nosso aluno. Não é um estágio oficial, mas é uma possibilidade do aluno experimentar aquilo que ele aprendeu em sala de aula, trazer para a prática, ter esse processo de fixação de tudo o que ele está vendo lá (na sala de aula) aqui, atuando. É uma atividade extra-curricular, mas todos os estudantes, de todos os semestres, têm a possibilidade de participar desse evento”,

O coordenador explica que a ideia é que seja uma vivência esportiva geral. “Nenhuma modalidade é trabalhada na especificidade, então alunos com diversas experiências podem vir trabalhar com as crianças”, pontua.

PARCERIA

O projeto, que vai ocorrer todos os sábados, das 9h às 11h, no ginásio do campus II da UniFAJ, é desenvolvido em parceria com a Prefeitura de Jaguariúna, através da Secretaria de Juventude, Esportes e Lazer (SeJEL).

Pelo acordo, a prefeitura fornece o transporte aos alunos e o Centro Universitário cede o espaço físico e disponibiliza equipes de universitários e o processo de ensino e aprendizagem dos futuros professores que cursam Educação Física na UniFAJ.

A iniciativa foi criada para atender às crianças e adolescentes dos bairros Tanquinho, Bananal e comunidades próximas, todos estudantes da Escola Municipal Professora Oscarlina Pires Turato, no bairro Tanquinho.

A parceria nasceu quando a SeJEL foi procurada por representantes da instituição de ensino superior para apoiar a formação de uma equipe de Futsal. Em contrapartida a UniFAJ aceitou assumir a implantação do projeto. “Ficamos sabendo que essa escola (Oscarlina Pires Turato) não tinha um núcleo de esporte e, conversando com o nosso pessoal de Educação Física, enxergamos uma oportunidade muito interessante de trazer diversos alunos de diversos semestres para trabalhar aos sábado de manhã com essa escola. A ideia é que até o final do semestre aconteçam atividades aos sábados de manhã. Para o ano que vem a gente vai planejar mais uma vez esse projeto e talvez possa atingir outro grupo de alunos, do fundamente, do ensino médio. Hoje é o começo, mas é um projeto que tem muito potencial”, expõe Natália Marangão, gestora do departamento sociocultural da UniFAJ.

Outro motivo para atender esse público, segundo o secretário de Esportes Rafael Blanco, é que a Secretaria de Esportes de Jaguariúna sempre teve dificuldade de implementar um projeto esportivo no bairro Tanquinho para atender essa região. “Essa parceria com a UniFAJ veio trazer a sustentabilidade disso. Porque a gente sempre tentava criar alguma coisa, mas não dava público. Essa união da UniFAJ com a secretaria de Esportes e a de Educação consegue criar um programa duradouro para atender essas crianças na área esportiva, porque a gente vai até a residência deles para trazê-los a um local fixo”, comenta.

Para o prefeito Gustavo Reis, a parceira que gerou esse projeto esportivo e social é muito importante para a cidade de Jaguariúna, pois integra toda a comunidade do Tanquinho, do Bananal e das fazendas ao entorno da UniFAJ. “É muito importante para o desenvolvimento sócio-educativo e esportivo dessas crianças, dessa juventude, que aos sábados terão transporte, alimentação e todas essa atividades comandadas por profissionais competentes formados pela UniFAJ. Esse é um grande avanço. Essa parceria vai trazer muitos benefícios sociais para a região”, declara.

NOVOS RUMOS

Logo no primeiro dia de aula deu para notar a empolgação dos envolvidos, que disseram acreditar muito no sucesso da iniciativa e que, através da Escola de Esportes, pretendem trilhas novos rumos e alcançar alguns objetivos. É o caso do garoto Kayke Carvalho dos Santos Oliveira, 14 anos, que sonha em ser jogador profissional. ” Pretendo melhorar nos esportes, me dedicar mais ao futsal, que é modalidade que mais gosto. Participando aqui, eu espero ser um craque de futebol como o Neymar”, projeta.

A aluna Yasmin Estruque, 13 anos, achou legal a ideia de treinar todo mundo junto e da ter a possibilidade de saber mais sobre os esportes. “Eu gosto bastante futebol, basquete, e espero que esse curso seja bom e que dure muito tempo”, disse.

Para Laura Elisa Baião Zóia, diretora da escola Oscarlina Pires Turato, o projeto vem como um aliado sócio-educativo para a formação das crianças e adolescentes. “Temos um agravante no bairro que é droga e da prostituição. É um bairro que sempre foi esquecido. Então esse projeto é muito importante para a gente poder segurar essas crianças no esporte. É uma iniciativa que está começando muito bem, que vai dar certo e a escola vai ajudar no que for preciso”, garante Laura.

A estudante do 4º semestre de Educação Física, Regina Célia, conhecida como Preta, também que a Escola de Esporte é muito mais relevante para as crianças do que mesmo para as instituições. “Esse projeto é importante para as crianças, para saírem da rua e até se tornarem mais amigos. Fazer parte dessa equipe não tem preço”, afirmou emocionada.

O objetivo social, além do esporte, também estará presente na agenda do Centro Universitário. “Como a gente vai sempre ter esse público de 20 a 30 crianças e adolescentes aqui todos os sábados a gente pretende discutir vários assuntos relevantes a essa faixa etária. Para isso vamos envolver outros cursos da UniFAJ. Podemos, por exemplo, abordar questões sobre drogas, saúde, comportamento e trazer o pessoal de psicologia, enfermagem, pedagogia para dar palestras”, comenta Natália Marangão.

ăn dặm kiểu NhậtResponsive WordPress Themenhà cấp 4 nông thônthời trang trẻ emgiày cao gótshop giày nữdownload wordpress pluginsmẫu biệt thự đẹpepichouseáo sơ mi nữhouse beautiful