Projeto da UniFAJ fomenta formação continuada de professores e contribui com o desenvolvimento da educação

Projeto da UniFAJ fomenta formação continuada de professores e contribui com o desenvolvimento da educação

O Prêmio Prefeito Educador, iniciativa do Centro Universitário de Jaguariúna – UniFAJ em parceria com administrações municipais, teve cerimônia de premiação na manhã desta quarta-feira, 6 de dezembro, no auditório do campus 2 da UniFAJ. Foram premiados prefeitos de 11 municípios da Região Metropolitana de Campinas, Circuito das Águas e sul de Minas Gerais: Amparo, Santo Antônio de Posse, Pedreira, Artur Nogueira, Conchal, Estiva Gerbi, Holambra, Jaguariúna, Monte Alegre do Sul, Monte Sião e Lindóia. 

“É um reconhecimento aos prefeitos desses municípios, que mesmo diante das dificuldades financeiras, têm um olhar diferenciado para a educação com o intuito de oferecer a todos a oportunidade de estudar. Por isso, lançamos esse programa, o qual vamos ampliar em 2018 para 300 vagas e, gradativamente, nos anos seguintes”, informou o Prof. Ricardo Tannus, reitor do Grupo Polis Educacional, mantenedor da UniFAJ, Faculdade Max Planck e da FAAGROH. “O prêmio mostra uma gestão responsável no que se refere à educação, além de mostrar que há uma preocupação constante com a qualidade de ensino e com a modernização dos processos acadêmicos, visando atingir o estudante do século XXI”, afirma o Prof. Ricardo Tannus. 

“Estamos qualificando o educador e investindo em educação por meio dessa parceria, e esse é o maior prêmio que podemos receber”, falou o prefeito de Jaguariúna, Gustavo Reis. “Quero parabenizar a UniFAJ pela iniciativa, porque investir em educação é para a vida toda”, acrescentou. 

Com foco em inovação acadêmica, o programa tem sido uma via importante para garantir formação continuada a professores.  Lançado em maio desse ano pela UniFAJ, tem objetivo de proporcionar condições para ampliar os conhecimentos dos professores da rede pública municipal sobre como éconstruído o processo de ensino e aprendizagem do estudante do ensino superior para que possam, ainda na educação básica, olharem de forma personalizada para seus alunos e contribuírem com uma aprendizagem mais significativa. Por meio de parceria com as prefeituras, o programa disponibiliza o curso de especialização Metodologias Ativas e Intermeios no Ensino Superior e diversos cursos de extensão sobre inovação acadêmica. 

O pró-reitor acadêmico da UniFAJ, Prof. José Carlos Pacheco Coimbra, destacou que os cursos de pós e de extensão oferecidos por meio da parceira vão revolucionar o ensino na forma de trabalhar com os alunos. “Há 8 anos trabalhamos com as metodologias ativas, cuja forma de ensino é usada nas mais conceituadas universidades do mundo, como Harvard e Anderson University”, informou Coimbra. 

O curso de especialização possui carga horária de 380 horas e duração média de um ano. Já os de extensão possuem carga horária de 40 horas, com duração média de 1 mês. Os cursos possuem formato híbrido, o qual possui conteúdos e atividades na plataforma virtual de aprendizagem (AVA) e encontros presenciais mensais, com o propósito de desenvolver projetos para poder implementar, na prática, toda a teoria estudada. Atualmente, 250 professores contemplados fazem a pós-graduação e 85 estão fazendo um dos cursos de extensão, um total de 335 profissionais atendido pelo programa. 

Mediante o acordo, cada município recebe 20 vagas para o curso de especialização e 40 vagas para os cursos de extensão. Ficou estabelecido que secretaria (ou departamento) de Educação de cada cidade é responsável pela seleção de quais professores serão contemplados com as respectivas vagas. 

Novidades 

Durante o evento de premiação, o pró-reitor acadêmico da UniFAJ, José Carlos Pacheco Coimbra, anunciou a abertura de 300 polos de Ensino a Distância (EaD), a partir de 2018 em vários municípios do estado de São Paulo. Atualmente a instituição oferece a graduação de Gestão de Recursos Humanos no sistema EaD. 

Outra novidade anunciada nesta quarta-feira é o curso de pós-graduação Master of Public Administration (MPA), uma especialização em administração pública. “O proposta é a formação do governante como o objetivo de aumentar a empregabilidade por meio da visitabilidade, ou seja, a importância que representa para a economia de uma cidade a vinda de turistas”, explicou o professor Victor Mirshawka.

ăn dặm kiểu NhậtResponsive WordPress Themenhà cấp 4 nông thônthời trang trẻ emgiày cao gótshop giày nữdownload wordpress pluginsmẫu biệt thự đẹpepichouseáo sơ mi nữhouse beautiful