Programação intensa marca a Semana do Meio Ambiente na FAJ

Programação intensa marca a Semana do Meio Ambiente na FAJ

Em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado em 5 de junho, a FAJ promoveu, no período de 30 de maio a 3 de junho, a 10ª edição da SEMEA (Semana do Meio Ambiente ). O evento, organizado pelos alunos do 7º semestre do curso de Engenharia Ambiental com o apoio de docentes e parceiros, abordou o tema “Impacto Ambiental: como avaliar, medir e remediar” e promoveu o encontro dos participantes com profissionais da área ambiental através de várias atividades como minicursos e palestras.

A abertura da SEMEA aconteceu no dia, 30 de maio, com o Projeto Manhã Verde, em Pedreira. O evento organizado pelo Grupo de Escoteiro Águas Correntes de Pedreira, com o apoio da Prefeitura e da Faculdade de Jaguariúna, envolvendo alunos da Rede Municipal e Estadual de Ensino que disputaram a Gincana Ecológica nas dependências da Praça Ângelo Ferrari. O tema escolhido foi “Água, quem gosta cuida, quem necessita preserva!”. Na oportunidade,alunos do curso de Engenharia Ambiental da FAJ trabalharam junto a diversas crianças, jovens e adultos da região diversas atividades de Educação Ambiental.

Segundo o diretor dos escoteiros, Moacir Bueno, foi uma manhã de atividades especiais, principalmente de muita informação para os alunos.

As palestras e atividades de conscientização no campus da instituição, tiveram início no dia 1º de junho, no Anfiteatro do Campus II, com a palestra “Crise Hídrica e Direito Ambiental Brasileiro”, ministrada pelo professor doutor Paulo Affonso Leme Machado, graduado em Direito, com mestrado em Direito Ambiental, doutor em Direito e Pós-Doutor.

Para uma plateia que contou com a presença do diretor da instituição, Prof. Flávio Fernandes Pacetta, autoridades como o prefeito de Jaguariúna, Tarcísio Chiavegatto, e alunos dos cursos de Engenharia Ambiental e Direito da FAJ, o especialista abordou aspectos da Lei 9433/97, que trata da Política Nacional de Recursos Hídricos, e da Constituição da República (1988), para dimensionar as competências das diferentes esferas de governo responsáveis por legislar sobre a água e as prioridades para a disponibilidade da água potável, além de, entre outros assuntos, abordar a atual crise provocada pela escassez de água.

A agenda do segundo dia do evento trouxe quatro minicursos. O tema “Gestão de recursos hídricos e a crise da água” foi abordado por Andréa Borges, que faz parte do PCJ (Consócio dos Rios Piracicaba, Capivari e Jaguari). O Dr. Sergio Tagliaferri Bosso falou de “Métodos de Remediação de Áreas Contaminadas”. Os “Conceitos em auditoria em sistemas de gestão” foram apresentados por Valdir Pivatto. Já a “Oficina de Compostagem Residencial” ficou a cargo de Hilário Júnior e Marcela Guelera, da Cisbra (Consórcio Intermunicipal de Saneamento Básico da Região do Circuito das Águas).

ENCERRAMENTO

Uma Feira Estudantil promovida pelos alunos do curso de Engenharia Ambiental finalizou a programação da SEMEA na quarta-feira, 3 de junho. Na oportunidade, foram apresentados alguns trabalhos confeccionados pelos universitários.

Os alunos do 1º semestre abordaram o tema Dengue, mostrando as armadilhas do mosquito espalhadas pelo Campus II durante o semestre e um tabuleiro criativo.

Educação Ambiental foi o assunto apresentado pela turma do 3º semestre. Os alunos mostraram várias ideias de reutilização de materiais, além de reciclagem doméstica de papel, uma trilha ecológica e um trabalho sobre inclusão socioambiental. Já o foco de trabalho dos estudantes do 5º semestre foi a Aquaponia e as vantagens dessa interação.

O 7º semestre ficou responsável pela organização da recepção às crianças do Lar Feliz que visitaram a feira, já o 9º semestre apresentou uma prévia dos Trabalhos de Conclusão de Curso. A feira contou ainda com a participação dos alunos do curso de Medicina Veterinária através do GEAS (Grupo de Estudo de Animais Silvestres) e do 1º semestre, que realizou um trabalho no local.

Além da questão ambiental, a SEMEA – ANO 10 trouxe uma proposta de ação solidária. Os alunos do curso de Engenharia Ambiental arrecadaram donativos destinados à instituição Lar Feliz e à ONG Xodó de Bicho de Jaguariúna. Os alunos receberam na feira algumas crianças e funcionários do Lar que realizaram diversas atividades e apresentaram sua banda, além de desfrutarem de um lanche preparado pela organização. A ONG Xodó de Bicho também compareceu. Além dos donativos arrecadados, a organização da SEMEA doou parte do caixa do evento para os dois projetos.

 

Erro na Galeria:
Nenhuma Galeria com ID 25 foi encontrada ou você ainda não criou álbuns para ela .

ăn dặm kiểu NhậtResponsive WordPress Themenhà cấp 4 nông thônthời trang trẻ emgiày cao gótshop giày nữdownload wordpress pluginsmẫu biệt thự đẹpepichouseáo sơ mi nữhouse beautiful