Programação cultural marca os 19 anos da UniFAJ

Programação cultural marca os 19 anos da UniFAJ

A UniFAJ (Centro Universitário de Jaguariúna) comemora, neste mês de maio, 19 anos de fundação. Para celebrar este marco, a instituição, por meio do Programa sócio-cultural TOM, preparou diversas atividades que irão ocorrer nos dias 2, 3 e 4, em todos os campi, e ainda atrações culturais no dia 5, na Praça Umbelina Bueno, no Centro de Jaguariúna.

Uma Feira Cultural abre a programação no dia 2 de maio nos Campi I e II. O evento receberá micro produtores rurais de Pedreira/SP e artesãos da cidade de Holambra/SP até o dia 3. No dia 4 de maio, os Campi I, II e Interclínicas contarão com a interação músico-teatral “Os Estardalhaços” como forma de preparação ao evento do dia 5, sábado, na Praça Umbelina Bueno, quando acontecem atividades socioculturais. As atrações vão desde uma camerata com concerto de cordas (foto), até lançamento do projeto ‘Um Livro Muda Uma História’ e narrativas literárias do curso de Pedagogia.

“O convite desta celebração, que será sediada em Jaguariúna, é aberto a todos e tem a intenção de chamar a comunidade a participar dos momentos que serão incríveis em várias atrações socioculturais que o TOM tem promovido a todas as cidades. Nossos ex-alunos, atuais alunos, parentes e amigos. Venham comemorar e comungar conosco deste momento tão importante da nossa história, e que é a história de tanta gente daqui da região”, convida o diretor da UniFAJ, professor Flávio Fernandes Pacetta.

HISTÓRIA

São 19 anos de tradição, de muito trabalho e, principalmente, formando profissionais, qualificando seus alunos e sendo referência nos índices de educação nacional, onde o lema ‘Seu Futuro na Prática’ é aplicado à risca no dia-a-dia da UniFAJ.

“A UniFaj chega aos seus 19 anos com o prestígio que tem hoje como uma instituição de referência, obtendo notas muito altas em todos os indicadores de performance da educação nacional (MEC e Enade). Nossos cursos da Saúde estão entre as 15 melhores do País. O curso Enfermagem, por exemplo, é o 7º melhor do Brasil. Os nossos alunos de todos os cursos passam nos primeiros lugares dos concursos regionais e nacionais”, pontua o pró-reitor acadêmico professor José Carlos Pacheco Coimbra.

“Tudo isso se deve à estratégia, o DNA que a instituição tem. Esse é o segredo, a gente trabalhar esse DNA que está incutido no dia a dia de nossos colaboradores, professores e técnicos administrativos. Todos os colaboradores são experientes, bem formados e imbuídos desta missão”, aponta o pró-reitor acadêmico.

Em todos os anos, a evolução da instituição foi constante, e em 2017 foi elevada de Faculdade a Centro Universitário. Além disso, foram implantados novos Campi e lançada a plataforma de ensino à distância (EAD) com a marca UniJá.

“Nós vimos uma instituição que começou bem pequena, com dois cursos, pouco mais de 150 alunos, num local pequeno na cidade de Jaguariúna, se transformar numa instituição que hoje tem, só no município, seis unidades (cinco em Jaguariúna e a FAAGROH, em Holambra), seis polos de fomento do ensino, da aprendizagem, fazendo das aulas práticas o seu principal ponto de referência, e o que é mais importante, transformando a vida das pessoas. Nós vimos este crescimento acontecer deste ponto, desta situação que era diminuta, e hoje nós chegarmos a esta quantidade, não só de espaço físico, estrutura, mas de quantidade de alunos. Atualmente beiramos oito mil alunos de graduação e 1.500 de pós-graduação. Isso se deve a muito esforço e dedicação de nossos colaboradores e professores”, defende o diretor professor Flávio Fernandes Pacetta.

PROJETO TOM

Responsável não só por todos os atrativos socioculturais das festividades dos 19 anos da UniFAJ, mas por tecer as práticas sociais e culturais durante a vida acadêmica do aluno, o Projeto TOM, em suas características e atividades na instituição, tem a missão e intenção de transformar pessoas.

“A UniFAJ começou antes de se tornar um centro universitário. Tenho acompanhado a trajetória do desejo do reitor, professor Ricardo Tannus, de formar pessoas. Ao longo desses anos, criamos o cenário para que os projetos pedagógicos sejam tecidos com um viés multidisciplinar. Assim, o TOM surge com a possibilidade de criar um território de formação, onde os projetos sociais, aliados à cultura tornam-se socioculturais. A partir deste surgimento, os projetos viram uma forma de os alunos encontrarem o sentido para sua formação profissional e humana”, ressalta a professora Flaviana Tannus, curadora do TOM – Sociocultural.

Para saber mais sobre cursos e demais ações da UniFAJ e ficar por dentro de todos os detalhes da programação dos 19 anos da instituição, acesse: www.faj.br.

ăn dặm kiểu NhậtResponsive WordPress Themenhà cấp 4 nông thônthời trang trẻ emgiày cao gótshop giày nữdownload wordpress pluginsmẫu biệt thự đẹpepichouseáo sơ mi nữhouse beautiful