Palestra na FAJ aborda acessibilidade e direitos das pessoas com deficiência

Palestra na FAJ aborda acessibilidade e direitos das pessoas com deficiência

Questões de acessibilidade e os direitos das pessoas com deficiência foram amplamente abordados em palestra realizada na manhã desta quinta-feira, 10 de julho, no Anfiteatro do Campus I da FAJ – Faculdade de Jaguariúna.

Durante mais de duas horas, o cadeirante Luiz Gustavo Merlo, diretor do Departamento de Projetos de Inclusão e Acessibilidade da Prefeitura de Campinas, explanou sobre o tema para um grupo formado por representantes do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência e convidados.

Merlo aprofundou a discussão sobre a questão da acessibilidade em setores públicos importantes, como educação, saúde, transporte, emprego, assistência, esporte, lazer e cultura.   Ele apontou dificuldades e acertos em cada segmento, além de inserir uma abordagem sistêmica da prática de captação de recursos. “Temos várias possibilidades a serem exploradas, como os fundos e as emendas parlamentares”, exemplificou.

Para ele, a população acometida por deficiências físicas necessita de representantes formais na sociedade, e isso só é possível por meio dos conselhos. Somente desta forma, segundo o palestrante, será possível impor uma política pública que permita a detecção de problemas, a análise das situações, planejamento, ação, execução e acompanhamento.

CAPACITAÇÃO

A palestra desta quinta-feira teve caráter de orientação, pois serviu como ferramenta de capacitação aos integrantes do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência, constituído de representantes da sociedade civil, do poder público e da FAJ.

O Conselho possui natureza permanente, caráter paritário e deliberativo, com a finalidade de promover e acompanhar a política municipal dos direitos da  pessoa com deficiência, bem como gerir, garantir e responder pela integridade do patrimônio do Fundo Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência – FMDPcD.

“Nosso trabalho é desempenhado com base no NIAC (Núcleo de Inclusão e Acessibilidade), que visa dar suporte ao aluno com necessidade especial, seja ela intelectual ou física. Desde o Vestibular, quando o estudante vem para a Instituição, já na inscrição, a gente identifica o tipo de necessidade e fornece todo o suporte necessário para que ele faça a prova e depois acompanhe as aulas. Os professores são preparados para acompanhar este aluno de forma que ele consiga, no tempo dele, desenvolver e se formar profissionalmente naquilo que escolheu. Todos os trabalhos são feitos com o auxílio de profissionais da área e com laudo médico”, explica a Profª Márcia Lima Bortoletto, coordenadora de Projetos Institucionais da FAJ, acrescentando: “A Instituição já se organizou há 5 anos para receber estes alunos de forma adequada”.

 

Erro na Galeria:
Nenhuma Galeria com ID 11 foi encontrada ou você ainda não criou álbuns para ela .

ăn dặm kiểu NhậtResponsive WordPress Themenhà cấp 4 nông thônthời trang trẻ emgiày cao gótshop giày nữdownload wordpress pluginsmẫu biệt thự đẹpepichouseáo sơ mi nữhouse beautiful