Mário Sérgio Cortella apresenta palestra no lançamento do NUCA

Mário Sérgio Cortella apresenta palestra no lançamento do NUCA

O filósofo, escritor e educador paranaense Mário Sérgio Cortella, 60 anos, expôs, durante cerca de uma hora, na noite de lançamento do NUCA – Núcleo de Carreiras, seus pensamentos, experiências de vida e conhecimentos adquiridos ao longo de sua vida, tendo como mote a liderança.

Em sua palestra, que preferiu chamar de “aula expositiva”, Cortella explicou para a plateia que lotou o Anfiteatro do Campus II da FAJ nesta quarta-feira (26) quais são as principais virtudes de um líder. “Cada uma delas exigirá do líder coragem, paciência e humildade”, resumiu, para na sequência explicar os preceitos que permeiam os desafios de liderar.

Coragem, disse Cortella, é a capacidade de enfrentar o medo, conseguir fazer de outro modo, fazer aquilo que não está acostumado. Paciência não é a mesma coisa de lerdeza, afirmou, e humildade não é subserviência, mas saber que não sabe tudo. “Liderar é animar, motivar e inspirar ideias, pessoas e projetos, e isso requer sensibilidade. O óbvio nos deixa no mesmo lugar, temos que ir além, procurar a excelência”, ensinou.

Mário Sérgio Cortella ressaltou as competências exigidas de um líder. Abrir a mente, segundo ele, significa que, em um mundo de mudança veloz, não é possível liderar com a cabeça do passado. É preciso perceber as mudanças e ser flexível para poder melhorar sempre, defendeu.

Elevar a equipe significa não usar as pessoas para crescer e depois descartá-las ou deixar de repartir a glória. “O líder é aquele que faz com que todos aqueles que estejam ligados a ele também cresçam”. Ser capaz de criar o que dá vitalidade e ir além do óbvio ilustram o tema inovar a obra, de acordo com Cortella.

Recrear o espírito, argumenta o filósofo, é saber que seriedade não é sinônimo de tristeza. “É preciso festejar as conquistas. Criar as circunstâncias em que o reconhecimento, a alegria e o bem-estar estejam presentes no trabalho”. E, por fim, empreender o futuro, que significa ter esperança e ir atrás, não desistir, cuidar do que é importante.

O educador ainda enfatizou que liderar não é um dom, mas, sim, uma virtude. “Gravem isso: qualquer um pode liderar alguma coisa, embora ninguém seja capaz de liderar qualquer coisa. Liderança é circunstancial, não adianta saber cantar se não tiver a oportunidade de fazê-lo”, definiu.

Para ilustrar, expôs a diferença entre chefiar e liderar. “Chefia é um cargo, liderança é uma função e é baseada na admiração e respeito. O chefe você obedece apenas, o líder você procura. Ele corrige sem ofender e orienta sem humilhar”.

Mário Sérgio Cortella é graduado em Filosofia pela Faculdade Nossa Senhora de Medianeira, mestre e doutor em Educação pela PUC-SP. É o criador da série de livros “O que a vida me ensinou” e escreveu vários outros títulos, muitos dos quais foram por ele gentilmente autografados para o público presente ao evento na última quarta-feira.

ăn dặm kiểu NhậtResponsive WordPress Themenhà cấp 4 nông thônthời trang trẻ emgiày cao gótshop giày nữdownload wordpress pluginsmẫu biệt thự đẹpepichouseáo sơ mi nữhouse beautiful