Iniciam os preparativos para a 4ª edição do Despertando os Sentidos

Iniciam os preparativos para a 4ª edição do Despertando os Sentidos

​Dando início as atividades da quarta edição do projeto Despertando os Sentidos, organizado pelo docente Geraldo Delgado que ministra aulas para o curso de Engenharia de Produção do Centro Universitário de Jaguariúna – UniFAJ, o oitavo semestre da graduação participou no dia 22 de agosto de uma apresentação seguida de dinâmica. O professor Luis Fernando Ridi do Núcleo de Inclusão e Acessibilidade (NIAC) da UniFAJ, conduziu a ação, a convite do professor Geraldo, apresentando inicialmente o programa acadêmico e seus objetivos e depois conversou com os estudantes sobre as deficiências, acessibilidade, Desenho Universal, Lei Brasileira de Inclusão, detalhando vários contextos sobre o tema.

Durante o dia, Luis visitou a APAE de Jaguariúna para coletar informações sobre quais as principais necessidades dos alunos da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais e na aula foi apresentado os tópicos que os graduandos irão buscar atender através dos projetos temáticos que serão apresentados no Production Day, evento do curso que ocorre semestralmente. Um dos pontos foi a necessidade da piscina oferecer mais acessibilidade, para assim todos os integrantes da APAE conseguirem ter acesso ao local para atividades esportivas e sessões de hidroterapia.

Durante a aula, o professor Luis aplicou uma dinâmica aos estudantes com o objetivo de demonstrar a eles como é a locomoção de uma pessoa com deficiência. Os futuros engenheiros foram divididos em trios, sendo um participante vendado simulando um deficiente visual, o segundo teve suas mãos amarradas para fingir ser um deficiente físico e o último integrante era deficiente auditivo. As equipes tiveram que apresentar propostas para o Desenho Universal atendendo também a sensibilização sobre o tema Inclusão e Acessibilidade. “É importante destacar que Desenho Universal é um conceito que tem por objetivo definir produtos e espaços que atendam a todos: crianças, adultos e idosos; pessoas altas e baixas, anões, gestantes e pessoas sem ou com qualquer tipo de deficiência ou mobilidade reduzida. Podemos dizer que onde há acessibilidade, há aplicação do Desenho Universal”, explica Luis Fernando.

Essa foi a primeira vez que o projeto foi até a APAE ouvir as necessidades para que por meio dos projetos buscarem atendê-los e haver a possibilidade de ser implantado posteriormente. “É papel da sociedade contribuir para inserção das pessoas com deficiência, e a Instituição Centro FAJ tem realizado parcerias para que a Inclusão aconteça de forma a resgatar a dignidade humana, esse projeto irá melhorar a qualidade de vida de muitas pessoas”, ressalta o colaborador do NIAC.​

ăn dặm kiểu NhậtResponsive WordPress Themenhà cấp 4 nông thônthời trang trẻ emgiày cao gótshop giày nữdownload wordpress pluginsmẫu biệt thự đẹpepichouseáo sơ mi nữhouse beautiful