Formandos se encantam com a visão da Votorantim por dentro

Formandos se encantam com a visão da Votorantim por dentro

Conhecimento na prática

Por Bruno Felisbino

Qual o valor de obter o conhecimento na prática, in loco, através da experiência que permite ter ao alcance dos olhos a aplicação real de tudo aquilo que é ensinado nas teorias dos livros e nas palavras dos professores?

Para os alunos do último semestre de Administração e Marketing da FAJ, a visita de campo realizada no último dia 18 de outubro à Votorantim Siderurgia em Resende, no Rio de Janeiro, foi equivalente a várias horas de sala de aula. Durante o período que passaram na unidade, puderam observar cada etapa da cadeia produtiva do setor siderúrgico, auxiliados pela visão transmitida pelo gerente da unidade, Engo Narbal.

Ele apresentou toda a logística, desde a captação e seleção da sucata, produção do gusa a partir do minério de ferro, até chegar ao produto acabado. O gerente fez uma explanação sobre as perspectivas do aço, seus produtos substitutos como plástico, alumínio, madeira, fibras, entre outros.

Os 36 alunos participantes foram muito bem recebidos pela empresa, que fez questão de custear as despesas da visita, incluindo viagem, alimentação e palestras. Eles foram acompanhados pelo Prof. Clenio Pedro Casarin, responsável pelo contato com a empresa. “A visita foi um sucesso total, com muito aprendizado de como uma empresa opera de forma exitosa”, resumi.

Com a visita, os alunos tiveram uma oportunidade única de levantar todas as informações possíveis para o projeto “Planejamento Estratégico sobre a Siderurgia Mundial” que é desenvolvido nos últimos semestres de Administração e Marketing.

Levantaram dados importantes do setor, como a previsão de crescimento em torno de 5% ao ano até 2017, ampla possibilidade de crescimento do consumo por habitante no Brasil, que hoje está em torno de 100 kg/ano, enquanto em países desenvolvidos ou em desenvolvimento este indicador chega aos 400 kg/hab/ano.

Os alunos puderam entender melhor os impactos da presença chinesa no setor, que importa o aço brasileiro e exporta para o mundo os produtos manufaturados em grande escala. Outro tema muito discutido foi a responsabilidade que o setor siderúrgico tem com o meio ambiente. Segundo a gerência, somente neste ano, a Votorantim Siderurgia investiu na planta de Resende mais de R$ 4 milhões em recuperação de mananciais, controle atmosférico, tratamento de resíduos, utilização responsável da água industrial e formação de uma cultura local com foco nas gerações futuras.

O resultado desta visita a mais moderna siderúrgica de aços longos do Brasil pode ser verificado pelos comentários de alguns alunos, conforme os depoimentos a seguir:

Suelen Moreira De Brito, aluna de Marketing
Fiquei impressionada com a organização e o conhecimento de todos os funcionários sobre o processo. Não sabia como era a produção do aço, e foi muito interessante ver a transformação de 12 metros de aço em 12 quilômetros de lâminas. Uma das coisas que achei mais bacana é que a empresa foca muito no mercado brasileiro, investindo no Brasil para ter um crescimento contínuo.

André Ricardo Gallo, aluno de Marketing
O que foi formidável na visita, além de ver o tamanho da Votorantim, foi ouvir na palestra do gerente que uma empresa compra os equipamentos mas não compra as pessoas. Com toda a modernidade e investimento que teve, a Votorantim é o que é por causa das pessoas, do esforço de seus colaboradores. É uma visão diferente do que costumamos ver por aí. Agora tenho um conhecimento mais abrangente sobre o produto.

Aldo Cesar De Moraes, aluno de Administração
Agradeço a FAJ e a Votorantim que nos permitiram esta maravilhosa visita para adquirirmos mais conhecimento, principalmente em relação ao aço. Destaco três pontos nesta experiência: em primeiro lugar o conhecimento sobre o mercado, no qual produzimos 4% do aço mundial e temos potencial de crescer muito mais. Em segundo, vimos o processo produtivo, desde a matéria-prima até o produto acabado. E em terceiro lugar, a segurança no local de trabalho, que é espetacular. Esses três pontos definem o meu conceito sobre a empresa.

Ronaldo Rodrigues Da Silva, aluno de Administração
Eles têm um controle muito rígido em relação à segurança e também no que se refere à qualidade da matéria-prima até o produto acabado. Pudemos ver toda a complexidade da cadeia de produção e conhecer a realidade do mercado mundial e os desafios que ainda temos que enfrentar para disputar com as grandes potências como a Índia e a China.

Valter Donizeti De Almeida, aluno de Marketing
Esta visita veio enriquecer nosso conhecimento e agregar valor à nossa formação, principalmente para nós que estamos no final do curso. Pudemos avançar bastante em relação às nossas pesquisas com as informações passadas pelo gerente geral e as fontes fornecidas. Foi uma oportunidade única e que nos deixou impressionados com o potencial que o Brasil tem em relação à produção de aço, assim como cm as instalações muito modernas da fábrica. Saímos daqui enriquecidos.

Yuri Das Graças E Silva, curso de Marketing
Num primeiro momento, parece algo simples a transformação de uma sucata em aço ou num produto qualquer. Achei a automação excelente, com praticamente um funcionário para cada 50 m² da fábrica. Também impressiona a dimensão para fazer todo o processo. O PCP é fantástico, organizado e limpo, com poucos funcionários, mas que fazem a produção fluir rapidamente e o produto final ser realizado a contento.

ăn dặm kiểu NhậtResponsive WordPress Themenhà cấp 4 nông thônthời trang trẻ emgiày cao gótshop giày nữdownload wordpress pluginsmẫu biệt thự đẹpepichouseáo sơ mi nữhouse beautiful