Fibras e lipídeos são tema de aula prática de Nutrição

O teor de fibras existente na farinha de trigo e de lipídios presente no óleo de soja foi determinado durante aula prática do curso de Nutrição na sexta-feira, 28 de março.

Para a determinação de lipídeos, os alunos do terceiro semestre utilizaram a metodologia de Bligh & Dyer, 1959, em que a amostra é homogeneizada com uma mistura de clorofórmio e metanol na proporção que um sistema miscível (monofásico) é formado com água da amostra obtendo-se um extrato lipídico purificado, quando a camada clorofórmica é isolada.

“Este método apresenta vantagens marcantes sobre a maioria dos métodos existentes de extração e purificação de lipídios, porque todas as classes de lipídios são extraídas, polares e apolares, pois o clorofórmio é um solvente orgânico para qualquer classe de lipídios, e o metanol tem função dupla de facilitar o embaimento da amostra e desfazer as ligações lipídio-proteína (Loverm, 1965)”, explica o professor Dag Mendonça Lima.

O docente ainda acrescenta que o método possibilita a extração sem aquecimento, podendo os lipídios extraídos ser utilizados para qualquer tipo de determinação, sem alterações químicas e físicas. “O método independe da umidade da amostra”, diz.

FIBRAS

O método de fibra bruta foi aplicado na outra atividade da aula prática. A conclusão é de que as fibras alimentares constituem uma complexa mistura de diferentes tipos de polissacarídeos e lignina, além de outras substâncias associadas, que têm estrutura química e morfológica diversas e são resistentes à ação das enzimas alimentares humanas.

“Embora já tenham sido identificados mais de 250 componentes das fibras, não existe uma classificação única que os reúna, pela dificuldade de obtenção das várias frações em forma pura e inalterada”, afirma o Prof. Dag.

Na aula ainda foi exposto que, quantitativamente, os principais integrantes das fibras da dieta derivam das paredes celulares de plantas (celulose, hemicelulose, lignina e certas pectinas); outros fazem parte do material intercelular (pectinas) e outros, ainda, são secretados pelos vegetais para desempenho de funções especializadas (gomas e mucilagens).

Assim como diferentes vitaminas exercem funções específicas em no organismo, os vários componentes das fibras alimentares produzem diferentes respostas fisiológicas que estão relacionadas às propriedades físico-químicas desses integrantes.

“Portanto, as fibras constituem um nutriente de natureza altamente complexa, que desempenha em nosso organismo atividades fisiológicas, metabólicas e nutricionais”, comenta o Prof. Dag.

ăn dặm kiểu NhậtResponsive WordPress Themenhà cấp 4 nông thônthời trang trẻ emgiày cao gótshop giày nữdownload wordpress pluginsmẫu biệt thự đẹpepichouseáo sơ mi nữhouse beautiful