Encontro de Iniciação Científica marca encerramento do ano letivo na FAJ

Encontro de Iniciação Científica marca encerramento do ano letivo na FAJ

De 10 a 12 de dezembro os alunos da Faculdade de Jaguariúna dos cursos de Medicina Veterinária, Educação Física, Nutrição, Psicologia, Enfermagem, Fisioterapia, Ciência da Computação, Engenharia Ambiental, Engenharia de Alimentos, Engenharia de Controle e Automação, Engenharia de Produção e da Pós-graduação participaram de mais um ENIC (Encontro de Iniciação Científica).

No período da manhã, ocorreram as apresentações de TCC (Trabalho de Conclusão de Curso) das turmas de Medicina Veterinária. Foram 49 grupos (96 alunos), 16 professores e alguns residentes da FAJ que submeteram seus conteúdos a avaliação. À tarde, foi a vez dos cursos da área de Saúde, como Educação Física, Nutrição, Psicologia, Enfermagem e Fisioterapia.

“O sucesso do evento se deu através do trabalho dos profissionais, dos professores e o conhecimento que os alunos adquiriram ao longo dos cinco anos de curso”, avalia o professor Marcos Alexandre Ivo, do curso de Medicina Veterinária.

As alunas Alessandra de Barros, Gabriela Olmi Pugno e Elisa Regina Zorzette Lourenço, do grupo MED VET, destacaram que a orientação que tiveram da professora do curso foi fundamental para a execução do projeto. “O trabalho foi um relato de caso, em que foi realizada uma discussão para verificar se o nosso tratamento e acompanhamento estavam certos e semelhantes à literatura, sendo feita uma comparação com o que já existia”, disseram as formandas.

Já para a coordenadora de Educação Física, professora Beatriz Lemos de Carvalho, os trabalhos superaram as expectativas. “Recebi elogios de todos os pareceristas, inclusive de pessoas de outros cursos que me procuraram para falar da qualidade dos trabalhos apresentados”, comenta.

Outro aspecto destacado pela coordenadora foi a seriedade que os alunos apresentaram. “Deu para perceber que eles se prepararam, ensaiaram a fala, chegaram cedo, trouxeram a família. É bom ver esse envolvimento, essa valorização que eles dão à apresentação. É muito emocionante e coroa este final de curso”, elogia a docente, acrescentando que o ENIC deve sempre trazer convidados de instituições externas para prestigiar e avaliar os trabalhos. Um deles foi o parecerista Lucas Leonardo, que tem um blog sobre Pedagogia do Esporte e é uma referência na área. O profissional foi convidados a avaliar um banner sobre Jogos e Pedagogia do Esporte.

Além da presença de convidados, alguns trabalhos apresentados se sobressaíram, como o dos alunos de Educação Física Arlindo Baião e Felipe Freitas, orientados pelo professor Arthur Squarisi. Eles abordaram Processos Educativos na Prática de Artes Marciais, sociabilização e aquisição de valores a partir do judô.

“Nosso TCC foi basicamente assim, durante 1 ano demos aulas em uma praça municipal a uma turma de 25 crianças carentes de 6 a 12 anos. Nosso objetivo foi entender como se dava o processo pedagógico dessas crianças no sentido de aquisição de valores”, explicou Arlindo.

Os alunos relatam que em um ano foi possível observar que várias crianças demonstravam carência, algumas eram agressivas e outras muito tímidas. “O mais impressionante foi que, ao final do ano (das aulas), vimos os alunos que eram tímidos falando e lutando com todo mundo, os que eram agressivos se tornaram os líderes da turma e quando viam algo errado eram os primeiros a chamar a atenção do grupo”, contam.

ENGENHARIAS

Os três dias de ENIC também receberam os Trabalhos de Conclusão de Curso dos estudantes das engenharias de Produção, Ambiental, de Alimentos e de Controle e Automação.

Todas as turmas tiveram que desenvolver o TCC em dois semestres. No primeiro semestre ocorreu o trabalho de construção do alicerce, pesquisa bibliográfica e no segundo foi necessário trabalhar a construção de resultados e elaboração das conclusões.

“Os trabalhos estão muito bem organizados, percebe-se que com o passar dos anos, desde a formação da primeira turma, em 2010, foi possível trazer um caráter mais de pesquisa científica”, avaliou o professor Renato Luis Garrido Monaro, coordenador de Engenharia de Produção. A professora do curso Rosângela Breda Sibrioni destaca: “Acho o ENIC muito importante para a Faculdade, pois é o momento em que os alunos aprendem a se colocar, a se expressar e também temos a oportunidade de ver os outros trabalhos. É muito enriquecedor pra todos, tanto pros professores, orientadores e para os próprios alunos”.

A organização e inventividade na produção dos trabalhos resultaram no desenvolvimento de um leite fermentado simbiótico que é combinação de culturas probióticas e fibra alimentar. A proposta é dos estudantes de Engenharia de Alimentos Luís Marangoni Júnior e Rafaela Franco Gatti, orientados pelo professor Rodrigo Morais.

Os idealizadores contam que toda a pesquisa veio de um alimento saudável e prático de consumo. “Obtivemos o amido resistente do milho e a partir dele tivemos a ideia de aplicar em um derivado do leite, que é o leite fermentado que está sendo muito consumido nos dias atuais”, explicam os integrantes do grupo.

 

Erro na Galeria:
Nenhuma Galeria com ID 11 foi encontrada ou você ainda não criou álbuns para ela .

ăn dặm kiểu NhậtResponsive WordPress Themenhà cấp 4 nông thônthời trang trẻ emgiày cao gótshop giày nữdownload wordpress pluginsmẫu biệt thự đẹpepichouseáo sơ mi nữhouse beautiful