Encerramento do Encontro Científico de Direito terá debate, TCCs e lançamento de livro

Por Bruno Felisbino
O Encontro Científico de Direito deste ano será encerrado em alto estilo na noite desta sexta-feira, 22, no Campus I. Os professores Luis Renato Vedovato e Glauco Barsalini irão conduzir um debate com os alunos do curso de Direito sobre o tema “A relação entre o direito interno e o direito internacional nos 25 anos da Constituição Federal”.

Assim como nos últimos anos, esta também será a noite de apresentação dos trabalhos acadêmicos dos alunos do curso de Direito da FAJ, que irão expor os banners com o resumo do tema de seus artigos.

A noite de encerramento do Encontro Científico reserva ainda uma atração especial. Logo após o debate, o Prof. Glauco Barsalini fará o lançamento do livro de sua autoria, fruto de sua tese de doutorado. O título do livro é “Direito e Política na obra de Giorgio Agamben: soberania e estado de exceção permanente”.

Confira abaixo o resumo da obra:

Direito e Política na Obra de Giorgio Agamben: soberania e estado de exceção permanente”

O livro Direito e Política na obra de Giorgio Agamben: soberania e estado de exceção permanente, de Glauco Barsalini, recém-publicado por Sérgio Antonio Fabris Editor (RS), discute aspectos da teoria do filósofo do direito Giorgio Agamben, em especial os conceitos que ele apresenta a respeito do poder soberano; da violência do Estado; da exclusão dos sujeitos sociais (por ele chamados homo sacer); e, finalmente, dos direitos humanos.

Giorgio Agamben é um dos pensadores da atualidade que mais tem impactado o mundo das ciências jurídicas e sociais, defendendo a polêmica tese de que os assim chamados Estados Democráticos contemporâneos do Ocidente, muito longe de se comportarem como verdadeiras democracias, têm reproduzido sistematicamente um modelo de opressão, resultante das experiências totalitárias da primeira metade do século XX. Assim sendo, para ele, as democracias atuais operam muito mais na exceção do que na regra, tornando, dicotomicamente, a própria exceção uma regra. Nesse sentido, nem os Direitos Humanos escapam da exceção, servindo como elementos de manutenção da exclusão (e não propriamente da inclusão social).

O presente livro, fruto da tese de doutoramento de Glauco Barsalini, com Apresentação do Dr. Oscar Mellim Filho (Procurador de Justiça – MP/SP) e Prefácio do Prof. Dr. Oswaldo Giacoia Junior (Departamento de Filosofia da UNICAMP), traça talvez o mais central dos caminhos percorridos por Agamben em sua trajetória intelectual: a discussão que faz sobre a construção violenta e excludente dos Estados Modernos e Contemporâneos, os quais têm relegado seres humanos à condição de abandono e se construído muito mais como Estados opressores do que democráticos. Nessa perspectiva, o estado democrático de direito se revela efetivamente como estado de exceção e não – como se autoproclama – o estado da efetiva garantia da liberdade dos indivíduos e das coletividades.   FABRISEDITOR.COM.BR

ăn dặm kiểu NhậtResponsive WordPress Themenhà cấp 4 nông thônthời trang trẻ emgiày cao gótshop giày nữdownload wordpress pluginsmẫu biệt thự đẹpepichouseáo sơ mi nữhouse beautiful