Em palestra na FAJ, psiquiatra forense Guido Palomba fala de seu trabalho no “Caso Pesseghini”

Em palestra na FAJ, psiquiatra forense Guido Palomba fala de seu trabalho no “Caso Pesseghini”
Por Bruno Felisbino

Um dos maiores psiquiatras forenses do país, o professor Guido Palomba esteve na FAJ na noite da última sexta-feira (25), para dividir parte de suas experiências no intrigante trabalho de desvendar o perfil psicológico de envolvidos em casos de assassinato que geram grande repercussão em todo o país.

A palestra, realizada no Anfiteatro do Campus I, contou com a presença dos alunos do curso de Direito da FAJ, de advogados, juízes e membros da comunidade jurídica da região, público especialmente interessado em ouvir as circunstâncias em torno da misteriosa morte da família Pesseghini, chacina ocorrida na Vila Brasilândia, zona norte de São Paulo, entre a noite do dia 5 e a madrugada do dia 6 de agosto deste ano.

A mesa diretora dos trabalhos foi integrada pelos professores Ricardo Cardozo de Mello Tucunduva, Flávio Pacetta e Francisco de Assis Garcia, pela juíza de Direito Juliana Maria Finati e pela advogada Carminha Leite.

O professor Guido Palomba atuou no caso com a missão de ajudar a polícia a traçar um perfil psicológico de Marcelo Eduardo Bovo Pesseghini, de 13 anos, apontado como suspeito de ter assassinado os pais, a avó e a tia-avó. Em seguida, ele teria saído com o carro da mãe e estacionado na rua da escola, onde teria passado a noite. Pela manhã, assistiu às aulas e, ao retornar para casa, teria cometido suicídio.

Para o professor Palomba, não resta dúvida de que o garoto matou a família. Em seu laudo, afirma que o adolescente teve falta de oxigenação no cérebro e desenvolveu “encefalopatia”, o que o levou ainda a portar um “delírio encapsulado”. As ideias delirantes que misturam imaginário à realidade foram comparadas pelo psiquiatra ao personagem Dom Quixote, do escritor espanhol Miguel de Cervantes.

A palestra foi acompanhada atentamente pela plateia e suscitou uma série de perguntas ao final, todas devidamente respondidas pelo especialista.

O doutor Guido Palomba é um dos professores que integram o corpo docente do curso de pós-graduação em Direito Processual Penal Contemporâneo e Criminologia da FAJ, iniciado no último dia 18 de outubro e que prosseguirá nos dias 23 e 30 de novembro, com aulas que serão ministradas, respectivamente, pelos professores Valmir de Jesus Sandei (Criminologia) e Antônio Cláudio Mariz de Oliveira (Processo Penal).

ăn dặm kiểu NhậtResponsive WordPress Themenhà cấp 4 nông thônthời trang trẻ emgiày cao gótshop giày nữdownload wordpress pluginsmẫu biệt thự đẹpepichouseáo sơ mi nữhouse beautiful