Aula em laboratório da Veterinária mostra presença da mastite na produção do leite

Aula em laboratório da Veterinária mostra presença da mastite na produção do leite

A mastite bovina representa um dos problemas infecciosos mais comuns da produção leiteira. São classificadas em: mastite contagiosa, causada principalmente por espécies do gênero Staphylococcus e Streptococcus, e a mastite ambiental, muitas vezes causada por enterobactérias. O conhecimento dos agentes causadores da infecção é de especial importância, pois são eles que irão direcionar as medidas profiláticas para minimizar o impacto da mastite na produção leiteira. Os alunos do 5º semestre de Veterinária, da disciplina de Doenças Infecto-contagiosas dos Animais Domésticos, foram a campo avaliar a presença de mastite clínica e/ou subclínica em vacas lactantes de uma propriedade, através do teste da caneca de fundo preto e do “California Mastitis Test” (CMT).

Eles coletaram uma amostra de leite de cada teto dos animais, para realizar a análise microbiológica do leite. “O isolamento microbiológico é utilizado para identificar o agente envolvido na mastite. Esse método auxilia no tratamento e direcionamento das medidas de profilaxia para a prevenção da mastite”, explica a Profa. Cintia Manzatto Baldin.

As amostras foram semeadas em meios de cultura (seletivos e não seletivos) e incubadas em estufa bacteriológica a 37ºC por 48 horas. Durante a aula prática, os alunos observaram as placas de cultivo quanto ao crescimento bacteriano e identificaram a morfologia, arranjo e propriedade tintorial da bactéria através da coloração de Gram.

ăn dặm kiểu NhậtResponsive WordPress Themenhà cấp 4 nông thônthời trang trẻ emgiày cao gótshop giày nữdownload wordpress pluginsmẫu biệt thự đẹpepichouseáo sơ mi nữhouse beautiful